Junho Verde – Responsabilidade ambiental é com a Norma!

Responsabilidade ambiental e sustentabilidade é um compromisso da Norma com o momento presente e com as gerações futuras. E todos os anos a empresa divulga as ações que pratica constantemente em seus processos, bem como incentiva o público a tomar atitudes mais sustentáveis. É o caso do Junho Verde – mês da conscientização sobre a importância da conservação dos ecossistemas e dos seres vivos, além do controle da poluição e da degradação de recursos naturais, uma campanha que a Norma apoia.

Certamente, toda empresa tem suas obrigações junto à sociedade e ao meio em que está inserida. Isto é, com a Norma não é diferente: da destinação dos resíduos adequadamente à composição de produtos e embalagens recicláveis, há muitos anos a empresa vem se destacando por campanhas que impactam não apenas o seu processo produtivo, mas a vida de colaboradores, consumidores e da sociedade como um todo.

O que é o Junho Verde?

Responsabilidade ambiental não deve ser entendida como um termo vago, tampouco como uma ação de marketing. É um valor, uma causa, que está intrinsicamente conectada com as atividades da Norma. E o Junho Verde é uma campanha nacional, marcada principalmente pelo Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho).

Desta forma, visa conscientizar as pessoas sobre o consumo adequado, o desenvolvimento sustentável e equitativo, bem como estimular as comunidades para a mudança de atitude em relação à questão ambiental e facilitar a cooperação.

Há outras datas importantes que tornam o Junho Verde o mês de alerta e conscientização do meio ambiente e responsabilidade ambiental:

  • Dia nacional da educação ambiental no dia 03 de junho.
  • Dia da Ecologia no dia 05 de junho.
  • Dia dos catadores de materiais recicláveis no dia 07 de junho.
  • Dia de combate à desertificação e à seca no dia 17 de junho.

Em suma, a ideia é que haja neste mês, mais enfaticamente, ações de educação, engajamento e sensibilização às questões de preservação ambiental, mudanças de comportamentos necessários para a conservação dos bens naturais e preservação dos habitats, seja em entidades públicas e privadas, entre pessoas e empresas.

Por que a Norma apoia a responsabilidade ambiental?

Sobretudo, a empresa sistematizou ao longo dos anos um sistema de separação de resíduos produzidos em suas atividades – o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos – PGRS, responsável por geração, segregação, acondicionamento, identificação, coleta, transporte interno, armazenamento temporário, tratamento interno, armazenamento, externo, coleta e transporte externo, tratamento externo e disposição final para a entidade responsável. Deste modo, esta ação prevê também a doação de resíduos recicláveis à cooperativa de catadores e catadoras de recicláveis de Boituva, cidade em que fica localizada a sua sede.

Aliás, há um plano de ação de separação do lixo em toda a rotina da Norma, além de armazenamento seguro destes resíduos até a sua destinação final. Veja mais sobre este ciclo nesta matéria!

Além disso, entre outras ações de sustentabilidade e responsabilidade ambiental, a Norma ampliou a conscientização aos seus produtos, criando embalagens biodegradáveis de lâminas e estiletes, de produtos recicláveis, desenvolvendo um tubo de descarte que garanta a segurança de pessoas e também o destino certo de lâminas sem uso, entre outras ações.

Resultados da Norma em 2021

Em destaque, em 2021, a Norma alcançou resultados positivos em relação à responsabilidade ambiental:

  • 1.400 quilos de papel foram destinados à reciclagem, como doação à Cooperativa de catadores e catadoras de Boituva – SP.
  • 700 quilos de plástico, destinados à mesma entidade.
  • Não foram utilizados e redestinados materiais em vidro.
  • 370 quilos de metal foram destinados à reciclagem, como doação à Cooperativa de catadores e catadoras de Boituva – SP.
  • 970 quilos de materiais orgânicos foram destinados ao Aterro de Iperó por meio da Prefeitura de Boituva.
  • 900 quilos de rejeitos foram destinados às entidades especializadas.
  • 500 quilos de madeira, destinados às entidades de reutilização consciente, como artesanato e reuso.
  • Apenas 10 quilos de materiais considerados perigosos – como pilhas e baterias – destinados devidamente aos pontos de coleta da Prefeitura de Boituva.

Por que fazer a sua parte é importante?

Em resumo, a responsabilidade ambiental deve ser um compromisso de todos aqueles que consomem e convivem no meio ambiente. Inclusive, há diversas estratégias que podem ser tomadas para a destinação correta do lixo, seja no nível individual ou coletivo (como é o caso das empresas), bem como o consumo consciente, que gere menos impacto social e ambiental.

Ou seja, isso reduz a extração de novos recursos, reduz os gastos energéticos de produção e refação destes componentes, ampliando a qualidade de vida e sustentabilidade ambiental no presente e para as futuras gerações.

Veja também: Indústria Alimentícia – 5 cuidados em processos que garantem a qualidade

Então, o que achou das dicas sobre a campanha Junho Verde da Norma? Inclusive, deixe o seu comentário a seguir e compartilhe estas informações em suas redes sociais. Siga a Norma no Instagram!  Veja os nossos tutoriais no Youtube!

Deixe uma resposta

Fechar Menu